Home / Conteúdo / E-commerce 2007 no Brasil (NIC.br)

E-commerce 2007 no Brasil (NIC.br)
26/05/2008 - 8:42
Por Thiago Fiorin Gomes

Destaques B2C tic 2007Informação é uma dos bens mais importantes para se criar estratégias de venda por isso estou colocando a disposição o estudo do NIC.br sobre o que aconteceu no e-commerce brasileiro em 2007.

NIC.br é o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto br uma entidade civil, sem fins lucrativos, que desde dezembro de 2005 implementa as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil. Dentre suas atribuições esta  divulgação de indicadores e estatísticas e informações estratégicas sobre o desenvolvimento da Internet brasileira, através do CETIC.br;

Neste e-book você encontrará:

Quase a metade das pessoas que já utilizaram a internet declarou ter realizado pesquisas de preço de produtos ou serviços pela rede (45%) nos últimos 12 meses, demonstrando que a internet já se consolidou como ferramenta para omparação de custos;

A proporção de usuários de comércio eletrônico permaneceu estável entre 006 e 2007, passando de 11% para os atuais 13%;

A prática do comércio eletrônico cresceu entre indivíduos de maior poder quisitivo. Na classe A, a proporção de pessoas que realizou compras pela rede assou de 36% em 2006, para expressivos 52% em 2007;

Manteve-se estável o uso do comércio eletrônico entre indivíduos de classe C (8%), na qual se encontra o maior número de pessoas que já usaram a internet. Isso indica que o varejo pela rede só deslanchará quando estes internautas assarem a consumir bens e serviços por meio da internet;

Os produtos mais populares entre os internautas que realizaram compras pela internet em 2007 foram os equipamentos eletrônicos, como câmeras, telefones celulares e aparelhos de DVD, adquiridos por 41% dos adeptos do comércio eletrônico. Em segundo lugar ficaram os eletrodomésticos e produtos para a casa (27%), que em 2006 representavam o quinto produto mais consumido pela rede;

O cartão de crédito se firmou como forma de pagamento mais utilizada para a ompra de produtos pela internet, passando de 49% em 2006 para 60% em 2007;

Em 2007, a principal barreira para o comércio eletrônico foi a preferência por comprar pessoalmente, motivo alegado por 57% daqueles que já usaram a internet, mas ainda não efetuaram uma compra online;

A proporção de indivíduos que já divulgou ou vendeu algum bem ou serviço pela internet em 2007 se manteve igual ao ano anterior, em 4%. Porém, entre indivíduos com maior poder aquisitivo, esse percentual dobrou no período, passando de 7% para 14%.

Leia na íntegra os estudos: http://e-commercebrasil.org/down/destaques-comercio-eletronico-tic-2007.pdf

Fonte: E-commerceBrasil.org » wb4b

WB4B/C’ | Negócios Online - Av. Vicente Machado, 115 - Cj 1 - Centro - Curitiba - PR - (41) 3029.5624